domingo, 31 de outubro de 2010

Eleições 2010: Londrina e Paraná

O Brasil já está neste momento com 95,52% das urnas apuradas, apontando vitória de Dilma Rousseff (PT), a primeira mulher presidente do país. Ela obteve até agora 55,70% dos votos válidos, enquanto o seu adversário José Serra (PSDB) está com 44,30%. O Brasil juntou-se à Argentina e ao Chile na América do Sul ao já eleger uma mulher para ser a representante máxima do governo.

No Paraná e em Londrina já acabou a apuração, assim, irei divulgá-las para vocês:
  • Londrina
José Serra (PSDB) 75,54%
Dilma Rousseff (PT) 24,46%
  • Paraná
José Serra (PSDB) 55,44%
Dilma Rousseff (PT) 44,56%
Assim, mais uma vez conforme disse no post anterior e em outros posts sobre essas eleições, Londrina votou no PSDB e com um percentual ainda maior do que o obtido no 2º turno de 2006, por Geraldo Alckmin, o futuro governador de SP, e no 1º turno de 1998, pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

O quadro nos estados ficou bastante dividido entre oposição e situação, o PSDB e o PT começaram o 2º turno com números iguais de governadores (4 pra cada um), mas agora o PSDB sai mais fortalecido como o partido com o maior número de governadores, vencendo em estados, a meu ver, mais importantes e estratégicos, como Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Tocantins e Pará. Talvez, vença também em Alagoas e Roraima, mas ainda não dá pra saber porque a apuração está acirrada nesses dois estados. Embora isso não tenha refletido totalmente nas urnas para presidente, pois o Serra perdeu em MG... O PT levou no Rio Grande do Sul, Acre, Bahia, Distrito Federal e Sergipe.

Por quê puxei a conversa para o lado tucano? Oras, porque o nosso governador será tucano e, agora, com uma presidente petista! Assim, mais pra frente, vamos analisar o que isso pode representar para Londrina e para o Paraná.

Eleições 2010: último dia

É, finalmente, chegamos ao último dia das eleições de 2010. Elegemos o novo governador do Paraná, 2 senadores, 30 deputados federais e 54 deputados estaduais. Hoje, iremos eleger o futuro presidente do Brasil.

A eleição neste 2º turno foi pautada por várias polêmicas, como ainda sobre o escândalo da ex-ministra da Casa Civil e braço direito de Dilma (PT), o suposto desvio de doações dentro do PSDB e alguns temas que provocam afeto ou rejeição dos religiosos, como o aborto e o casamento homossexual. Pouco se discutiu no geral, ficaram também muito focados em temas pequenos, parecia uma eleição para prefeito... Não se discutiu temas abrangentes para todo o país, como economia e política internacional. Mas, isso é até compreensível haja vista que o brasileiro não se interessa mesmo por esses temas... e daí que nosso presidente colocou os interesses do PT acima dos interesses dos brasileiros ao apoiar abertamente governos ditatoriais, como Venezuela, Cuba e Irã? Enfim...

Mas, agora tudo acabou e amanhã será um novo dia... será mesmo? Não podemos prever o que acontecerá com o país se qualquer um dos 2 candidatos que vencer, tanto o tucano José Serra, como Dilma Rousseff. O Paraná votou algumas vezes no PSDB e só ajudou a eleger Lula em 2002. Já em Londrina, a situação foi diferente e nunca ajudamos a eleger Lula... confira os resultados das eleições para presidente na cidade que eu peguei no JL na semana retrasada:
  • 1989
1º turno
Fernando Collor de Mello (PRN) 73.072 35,81%
Mário Covas (PSDB) 29.663 14,53%
Guilherme Afif Domingos (PL) 27.015 13,24%
Luiz Inácio Lula da Silva (PT) 21.365 10,47%

2º turno
Fernando Collor de Mello (PRN) 119.684 59,62%
Luiz Inácio Lula da Silva (PT) 67.910 33,83%
  • 1994
1º turno
Fernando Henrique Cardoso (PSDB) 126.119 59,57% 
Luiz Inácio Lula da Silva (PT) 32.656 15,43%
Enéas Carneiro (Prona) 13.450 6,35%
  • 1998
1º turno
Fernando Henrique Cardoso (PSDB) 146.853 73,96%
Luiz Inácio Lula da Silva (PT) 35.144 17,7%
Ciro Gomes (PPS) 12.945 6,52%
  • 2002
1º turno
Luiz Inácio Lula da Silva (PT) 83.949 34,28%
José Serra (PSDB) 81.756 33,38%
Anthony Garotinho (PSB) 49.841 20,33%
Ciro Gomes (PPS) 26.640 – 10,88%

2º turno
José Serra (PSDB) 131.760 55,36%
Luiz Inácio Lula da Silva (PT) 106.220 44,63%
  • 2006
1º turno
Geraldo Alckmin (PSDB) 178.589 68,38%
Luiz Inácio Lula da Silva (PT) 46.453 17,78%
Heloisa Helena (PSol) 23.175 8,87%
Cristovam Buarque (PDT) 12.101 4,63%

2º turno
Geraldo Alckmin (PSDB) 186.001 73,21%
Luiz Inácio Lula da Silva (PT) 26.790 26,79%
  • 2010
1º turno
José Serra (PSDB) 152.045 55,92%
Marina Silva (PV) 64.467 23,71%
Dilma Rousseff (PT) 51.029 18,77%
Assim, o que vemos é que desde a redemocratização do país, tivemos 9 turnos e estamos indo para o décimo. Londrina sempre foi conhecida no passado por oposição, com exceção em 94 e 98 que ajudou a eleger FHC em 1º turno. Aliás, foram as duas únicas vezes que os brasileiros elegeram presidente em apenas um turno. Outro ponto interessante, é que sempre tivemos peso político no estado, podemos ver que desde 1989 já temos quase 200 mil eleitores (hoje, Londrina tem quase 356 mil).

Analisando do ponto de vista local, era melhor elegermos para presidente José Serra, afinal, elegemos em massa o novo governador Beto Richa, que também é do PSDB e se engajou na campanha de seu partidário pelo Brasil afora. Se Dilma for eleita, será muito ruim para o Paraná? Acredito que não porque temos também 2 senadores da coligação dela que foram eleitos agora, então... vai saber, né... Apesar de que Requião tem o mau hábito de torcer contra os seus opositores e já é conhecimento público o destemperamento dele, né? Gleise é novidade, nunca foi nada na vida, só cabide de emprego petista em empresas estatais... não sabemos como ela irá se comportar. Ops! Alguma semelhança com outra petista? Enfim...

Votarei em José Serra porque acredito que a mudança tem que acontecer. Ele com certeza irá continuar todas as coisas boas que Lula fez, ou melhor, que Lula continuou. Afinal, a política econômica é a mesma de FHC e o Bolsa Família é, em partes, o Bolsa Alimentação, criado pelo próprio Serra enquanto ministro da saúde. Então, por quê mudar? Porque acredito na alternância de poder quando vemos os vícios cometidos pelo atual governo, como a dívida pública na estratosfera (vulgo, muitos gastos com a máquina pública) e os inúmeros casos de corrupção dentro do Palácio do Planalto, ou seja, no popular "na sala ao lado". E vejo no Serra a manutenção da democracia e da liberdade de imprensa, coisa que o PT já repudiou e um de seus companheiros já está tentando implantar uma censura prévia, é o governador Cid Gomes (PSB) lá do Ceará, que junto com o PT, enviou um projeto de controle ao que é divulgado para a população pelos meios de comunicação.

Serra e Dilma no último debate promovido pela Rede Globo, apesar de morno, foi o debate mais propositivo até agora, foto da Revista Época






Assim, como analisei em outros posts, Londrina votou em massa no Beto Richa e acredito que irá, novamente, votar em massa em um candidato tucano para presidente, como fez no 2º turno de 2006 com Geraldo Alckmin. Engraçado que apesar de sempre votarmos no PSDB na presidência, a cidade só elegeu um prefeito tucano e na época nem existia PSDB, era o MDB com Wílson Moreira - o saudoso ex-prefeito foi um dos melhores que a cidade já teve e, na minha opinião, foi o último grande prefeito de Londrina. Todas as vezes posteriores, o PSDB chegou perto, mas não levou... como em 1996, com Hauly no 2º turno contra Belinati e em 2008, com Hauly no 2º turno também contra Belinati e no inédito 3º turno contra Barbosa.
Em 2000 e 2004, o Hauly não foi para o 2º turno. Em 2000, Nedson (PT) e Barbosa (PDT) disputaram o 2º turno - lembro que foi um dos mais altos índices de votos nulos e em brancos. Em 2004, Hauly não foi por menos de 1% para o 2º turno contra Belinati (PP), Nedson novamente disputou um 2º turno na cidade e venceu. Belinati não se candidatou em 2000 porque tinha sido cassado naquele mesmo ano.
Será que agora com um governador tucano e Belinati fora das eleições por causa da Lei da Ficha Limpa, o PSDB terá chance em 2012? Será Hauly de novo ou lançará um novo candidato???

sábado, 30 de outubro de 2010

Ponto de vista de uma escritora...

Eu ía publicar o post sobre a Av. Ayrton Senna hoje, mas a chuva impossibilitou que eu tirasse fotos lá pela manhã... O assunto seria sobre o quê realmente é essa novela que está "no ar" há mais de 20 anos e qual o objetivo principal dessa avenida, que não é somente dar acesso aos condomínios, ao shopping e às universidades... mas, fica para a próxima semana...

Assim, como estamos na véspera de decidir o futuro do nosso país, resolvi publicar outro texto nesta seção ("Ponto de vista de um(a)...") de autoria da escritora Ruth Rocha, que nesta semana apareceu no jornal O Globo manifestando uma opinião contrária ao que foi publicado pelo PT. É que o referido partido citou que ela apoiava a candidata dele e a escritora nunca disse isso e nem manifestou qualquer referência, muito até pelo contrário! O texto repercutiu em vários sites de notícias e blogs políticos pelo Brasil.

Ruth Rocha, escritora, formada em sociologia política, autora de quase 140 títulos publicados, o livro mais conhecido "Marcelo, Marmelo, Martelo" vendeu mais de 1 milhão de cópias, o livro "Escrever e criar" foi homenageado com o prêmio Jabuti, foto de autor desconhecido















Assim, como estamos para eleger o próximo presidente do Brasil, sugiro que repassem esse texto e utilizem os argumentos citados por ela que desmistificam muito toda a falácia petista da atual situação do país...

Carta à candidata Dilma

Meu nome foi incluído no manifesto de intelectuais em seu apoio. Eu não a apóio. Incluir meu nome naquele manifesto é um desaforo! Mesmo que a apoiasse, não fui consultada. Seria um desaforo da mesma forma. Os mais distraídos dirão que, na correria de uma campanha... "acontece". Acontece mas não pode acontecer. Na verdade esse tipo de descuido revela duas coisas: falta de educação e a porção autoritária cada vez mais visível no PT. Um grupo dominante dentro do partido que quer vencer a qualquer custo e por qualquer meio.

Acho que todos sabem do que estou falando.

O PT surgiu com o bom sonho de dar voz aos trabalhadores mas embriagou-se com os vapores do poder. O partido dos princípios tornou-se o partido do pragmatismo total. Essa transformação teve um "abrakadabra" na miserável história do mensalão . Na época o máximo que saiu dos lábios desmoralizados de suas lideranças foi um débil "os outros também fazem...". De lá pra cá foi um Deus nos acuda!

Pena. O PT ainda não entendeu o seu papel na redemocratização brasileira. Desde a retomada da democracia no meio da década de 80 o Brasil vem melhorando; mesmo governos contestados como os de Sarney e Collor (estes, sim, apóiam a sua candidatura) trouxeram contribuições para a reconstrução nacional após o desastre da ditadura.

Com o Plano Cruzado, Sarney tentou desatar o nó de uma inflação que parecia não ter fim. Não deu certo mas os erros do Plano Cruzado ensinaram os planos posteriores cujos erros ensinaram os formuladores do Plano Real.

É incrível mas até Collor ajudou. A abertura da economia brasileira, mesmo que atabalhoada, colocou na sala de visitas uma questão geralmente (mal) tratada na cozinha.

O enigmático Itamar, vice de Collor, escreveu seu nome na história econômica ao presidir o início do Plano Real. Foi sucedido por FHC, o presidente que preparou o país para a vida democrática. FHC errou aqui e ali. Mas acertou de monte. Implantou o Real, desmontou os escombros dos bancos estaduais falidos, criou formas de controle social como a lei de responsabilidade fiscal, socializou a oferta de escola para as crianças. Queira o presidente Lula ou não, foi com FHC que o mundo começou a perceber uma transformação no Brasil.

E veio Lula. Seu maior acerto contrariou a descrença da academia aos planos populistas. Lula transformou os planos distributivistas do governo FHC no retumbante Bolsa Família. Os resultados foram evidentes. Apesar de seu populismo descarado, o fato é que uma camada enorme da população foi trazida a um patamar mínimo de vida.

Não me cabem considerações próprias a estudiosos em geral, jornalistas, economistas ou cientistas políticos. Meu discurso é outro: é a democracia que permite a transformação do país. A dinâmica democrática favorece a mudança das prioridades. Todos os indicadores sociais melhoraram com a democracia. Não foi o Lula quem fez. Votando, denunciando e cobrando foi a sociedade brasileira, usando as ferramentas da democracia, quem está empurrando o país para a frente. O PT tem a ver com isso. O PSDB também tem assim como todos os cidadãos brasileiros. Mas não foi o PT quem fez, nem Lula, muito menos a Dilma. Foi a democracia. Foram os presidentes desta fase da vida brasileira. Cada um com seus méritos e deméritos. Hoje eu penso como deva ser tratada a nossa democracia. Pensei em três pontos principais:

1) desprezo ao culto à personalidade;

2) promoção da rotação do poder; nossos partidos tendem ao fisiologismo. O PT então...

3) escolher quem entenda ser a educação a maior prioridade nacional.

Por falar em educação. Por favor, risque meu nome de seu caderno. Meu voto não vai para Dilma.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Ops...

Novamente, fiquei sem publicar textos muitos dias seguidos... Nesse fim-de-semana irei voltar com novos posts porque estarei mais folgado com as coisas do meu trabalho e por causa da eleição no domingo, dia 31 de outubro.

Enquanto isso, percebi que os acessos continuaram crescendo e melhor ainda porque como não havia posts novos, as pessoas começaram a buscar no arquivo outros temas mais antigos! Como eu sei disso? O Blogger informa os posts mais acessados na semana - apesar de ser meio duvidoso esse "ibope" dele... enfim... MAS, os comentários feitos nos posts antigos têm que passar por minha aprovação para publicar. Assim, nesses dias, eu recebi e-mails para aprovar comentários em posts muito antigos!

Então, o que eu quero dizer com isso? Eu, infelizmente, não consegui manter o ritmo porque, como disse antes, meu trabalho estava muito atarefado nesses últimos dias e eu não conseguia tempo pra pensar nos textos e nem para bater fotos nos locais dos temas... Entãããão... se não há posts novos, vocês podem ler os antigos também! Há mais de 120 textos feitos nesses quase 4 meses de vida do Janela Londrinense e com certeza a discussão deles ainda é muito atual.

Assim, aguardem os novos posts e saibam que o blog não parou! Estou muito feliz que mesmo com a ausência de novos posts, os acessos mantiveram e até houve um resgate dos textos mais antigos... Novamente, muito obrigado e continuem acessando porque essa janela online continua no ar!

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Ponto de vista de um jornalista...

Desculpe a falta de publicações nesses 3 dias... mas, como disse no post anterior, estava muito ocupado... Enfim, estou voltando! Apesar de que hoje, o texto não será de minha autoria, mas ainda assim estou voltando! Resolvi lançar oficialmente a seção "Ponto de vista de um(a)...", então, quem quiser que eu publique algum texto ou manifesto, sinta-se à vontade para enviar para o meu e-mail, ok? Este já é o quinto post desta seção.

Apesar do título, o conteúdo dele não é anti-PT e nem anti-PSDB, apenas lança uma reflexão sobre como podemos escolher candidatos para o governo, aliás, candidatos que irão nos governar! Logo, apenas isso demonstra o quão importante é escolhermos direito em quem votarmos e o quão importante é votarmos!!! Afinal, reforçando, seremos governados por eles...

O texto é de autoria do jornalista Luciano Pires, que é um cartunista premiado e tornou-se colunista de vários sites, revistas e jornais, além de produzir e apresentar o programa "Café Brasil" na rádio Mundial FM, em São Paulo, e apresentar comentários diários no "Transnotícias", programa da rádio Transamérica. Autor de alguns livros, entre eles o "Brasileiros pocotó - Reflexões sobre a mediocridade que assola o Brasil", lançado em 2003 e já está na sua 7º edição. E lançou em 2009, o "Nóis... qui invertemo as coisa", uma bofetada nos brasileiros que perderam a capacidade de indignar-se com os desmandos políticos, sociais e empresariais do país. Hoje, mantém um portal com enquetes, fórum, artigos, vídeos, rádio e uma variedade de conteúdo focado nas questões da educação e da luta contra o "emburrecimento" do Brasil.

Em quem votar?

Moro em São Paulo e nas eleições tive que escolher entre nove candidatos a Presidente, nove a Governador, 15 a Senador, 1.162 a Deputado Federal e 1.771 a Deputado Estadual. Que desafio... Pois hoje quero contar como fiz minhas escolhas usando o conceito da "motivação".

Sabe o goleiro famoso que está sendo acusado de mandar matar a amante? E o advogado suspeito de matar a ex-namorada advogada afogada na represa? Qual é a coisa mais importante que os detetives encarregados de solucionar esses crimes buscam? A motivação. Encontrada a motivação para o crime, as evidências encadeiam-se para apontar o culpado. No caso do goleiro Bruno, a motivação apareceu quando foram comprovadas ameaças da vítima de contar o que sabia... No caso da advogada a motivação não convenceu a justiça e o suspeito continua livre.

Motivação é o processo físico e psicológico que nos impulsiona em direção a um objetivo definido. Se a motivação vem de dentro da gente, é um impulso. Vindo de fora, é um incentivo.

Por exemplo, sua vontade por sexo é o impulso que levará você a sair esta noite para a balada, à caça de alguém que ajude a satisfazer essa necessidade. E a visão da Mulher-Melancia dançando será o incentivo para que você a aborde... Quem sabe dá samba, né? Pois é. Para chegar ao objetivo que buscamos, tanto o impulso como o incentivo se somam, provocando a ação. Bem, mas esse é um assunto para psicólogos. Quero é contar como usei esse conceito do "impulso + incentivo = motivação" para decidir em quem votarei.

Comecei eliminando os partidos que defendem bandeiras contrárias a meus valores e convicções. Depois eliminei os candidatos que considerei apenas ferramentas para conquistar votos, como artistas, jogadores de futebol, palhaços, etc. Em seguida, botei fora os candidatos oportunistas ou sem histórico de vida que indique que possam fazer da política uma atividade séria. E por fim, dei adeus aos candidatos que não tinham um site com suas propostas escritas. Bem escritas. Só com essas medidas os candidatos a presidente, governador e os dois senadores surgiram naturalmente. Restaram cerca de cinco federais e seis estaduais.

Parti então para uma reflexão sobre o que os motivou a seguir a carreira de político. Quais seriam seus impulsos? A vontade de fazer o bem aos semelhantes? De impedir que bandidos pintem e bordem? De ser reconhecido? De "se arranjar"? E o incentivo? O exemplo de um parente político? O convite de um partido político? Um network poderoso?

Conversei com alguns candidatos e com quem os conhece. Li suas propostas. Dei uma busca no Google sobre eles. Investi tempo no processo e quando me convenci de que encontrara as motivações dos candidatos, a lista ficou pronta.

Mas o mais legal é: estou feliz, pois votei consciente! Seguro de ter feito as melhores escolhas, eu gostaria sinceramente de saber qual foi a sua receita para escolher seus candidatos. Comente em: http://www.portalcafebrasil.com.br/

Putz, só agora percebi que juntei crime, sexo e política no mesmo texto!

Foi sem querer...

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Considerações...

Gostaria de informá-los que estou tendo um pouco de dificuldade para publicar posts novos nesses últimos dias porque ando muito ocupado com outras atividades, como o meu trabalho e alguns eventos... Mas, não estou abandonando o blog! Muito pelo contrário, estou cada vez mais motivado com o crescimento dele e já possuo vários posts prontos, o problema é que falta tempo para eu conseguir bater as fotos nos locais... Vamos ver se agora com o horário de verão, consigo tirar essas fotos com a luz do Sol ainda.

Existem os seguintes posts apenas esperando imagens para complementá-los:

Jardim Botânico... bucolismo ou utopismo?
AAL...
Autódromo e kartódromo... e aí?
Sesc em Londrina...
Complexo Marco Zero... revitalização do Centro?
Banheiros públicos... cadê?
Manifesto de um arquiteto...
Mercados Municipais... renovação X revitalização!
Lei Cidade Limpa... promessa ou fato?
Estádio do Café e VGD...
Moringão, símbolo do esporte!

Além desses, possuo também alguns da seção "Você sabia?", são pelo menos uns 5... Aliás, essa seção é quase infinita a possibilidade de novos posts. O problema, novamente, está em bater fotos atuais dos temas porque as fotos antigas consigo pela internet.

Quando criei o blog, a intenção inicial era publicar diariamente, mas vi que ao longo do tempo seria complicado manter temas todos os dias, assim, depois tentei alternar em "dia sim e dia não", o que também não deu certo porque surgiam temas ao longo da semana que precisavam ser publicados por causa da polêmica envolvida. Daí resolvi não publicar aos finais-de-semana, mas pensei na seção "Descontraindo...", que além de fugir um pouco dos temas do blog para não ficar "massante" só os textos longos, tornou-se conveniente publicá-los aos finais-de-semana.

Então, como vocês podem perceber, estou apanhando um pouco ainda dessa dinâmica do Blogger... O Janela Londrinense existe há quase 4 meses, espero poder melhorar o ritmo dele para vocês, ok? Aproveito para agradecer a todos que acompanham e pedir que continuem acompanhando e recomendando!

Parafraseando um famoso apresentador de TV... "Muito obrigado pela audiência e pela paciência"!

terça-feira, 19 de outubro de 2010

Denúncia! Não confunda RT e ART!

Hoje, vou cutucar na ferida... Afinal, o quê é RT e ART???

Para quem é da minha área de formação - arquiteto e urbanista -  sabe muito bem do que eu estou falando. Para os "decoradores e paisagistas" de plantão também, né... Os engenheiros também entendem muito bem disso, sem falar nos empreiteiros... e qual o mal dessas siglas?

A ART, que quer dizer Anotação de Responsabilidade Técnica, não há mal algum. Pelo contrário, há MUITOS benefícios! É a assinatura de um profissional técnico e capacitado que está se responsabilizando pelos projetos ou pela obra de uma edificação! É a garantia da população de que está contratando e construindo com qualidade e segurança! Afinal, apenas profissionais com o registro no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura) podem emitir ART, pois é um artifício criado pelo conselho e possui diversas classificações, como ART de projeto arquitetônico, ART de projeto estrutural, ART de projeto de interiores, ART de projeto elétrico, ART de projeto hidráulico, etc...
Decoradores e paisagistas não possuem CREA e atuam irregularmente no mercado, pois não há formação reconhecida e autorizada para eles, a atuação nessas áreas apenas é regular quando for por um profissional formado em Arquitetura e Urbanismo, que é o curso completo, reconhecido e autorizado.
E quê é RT? RT é um tema muito polêmico, quer dizer Reserva Técnica... é uma expressão que o comércio inventou para bonificar os profissionais das áreas da construção civil e decoração, desde que especifiquem seus materiais e produtos à venda ou serviços prestados. Como assim?

Quando você compra um lote de azulejos ou porcelanato, por exemplo, há um vendedor na loja que te atende, né? Este vendedor ganha uma comissão pela venda, certo? Ok... Mas, o arquiteto, o engenheiro, o decorador, o paisagista, o empreiteiro, etc... também ganham! Gira em torno de 2 a 10% e vale para qualquer coisa, desde a lata de tinta até o aparelho completo com subwoofer-master-plus do home-theater...

Sinceramente? Não acho um tremendo absurdo, pois os profissionais acabam detalhando e especificando esses materiais e produtos por causa da qualidade e do melhor acabamento oferecidos, então, como estariam contribuindo para o crescimento daquela empresa ao indicar várias vezes aquela empresa, nada mais justo do que receber uma comissão também.

Porém, há algo muito ruim aqui que é quando o profissional antiético induz o cliente a comprar na empresa que dá mais RT!!! "Que absurdo!" - pensariam alguns... acreditem! É uma prática mais comum do que vocês imaginam e não são só os pequenos que praticam, muito pelo contrário... os mais conhecidos são os que mais ganham essa RT!!! Afinal, teoricamente, como o profissional mais conhecido tem mais clientes, a empresa oferece mais comissão para ele... E quando a empresa não dá essa maior gratificação, há quem EXIJA esse aumento!!!
Opa! Então, se o profissional agora passou a exigir mais comissão, adivinha o que ocorre? A empresa se sente coagida a dar mais comissão porque corre o risco de perder a indicação daquele profissional renomado, logo, ela embute essa comissão no preço final que o cliente pagará... Por exemplo, um marceneiro cobra R$6 mil para executar os armários de uma cozinha, porém, o arquiteto ou o decorador pede 10% de comissão, assim, o marceneiro irá cobrar do cliente R$6,6 mil... Agora, o arquiteto ou o decorador mais famoso pede 20% (sim, é bem mais e já ouvi relatos até de 50%), logo, o marceneiro passará a cobrar R$8 mil! Ué... não era pra ser R$7,2 mil? Sim, mas daí o marceneiro viu que pode ganhar mais também...
Conforme citei no exemplo acima, não vale só para produtos industrializados, como materiais construtivos e móveis vendidos nas lojas, vale também até para produtos artesanais e para serviços prestados! Aliás, o que mais "vale" aqui são esses citados porque o valor a ser cobrado por um serviço de serralheiro ou marceneiro é subjetivo, assim, não há questionamento sobre o quanto realmente vale aquela mão-de-obra.

A RT veio para gratificar o profissional pela especificação e detalhamento daquele material ou produto, mas acabou virando uma ganância enorme, pois há casos até de profissionais cobrando praticamente nada pelos seus projetos para ganharem a diferença na RT!!! Por exemplo, algumas entidades de classe indicam que o projeto arquitetônico para alguém recém-formado no interior do Paraná seja cobrado a R$20 por m², porém, na prática isso é quase impossível!!! Vários profissionais com até 10 anos de formado estão cobrando entre R$5-8 por m² e o cliente acha que está fazendo um ótimo negócio, mas o profissional está retirando MUITO mais por fora por causa da RT...

Ou seja, o projeto custando em torno de R$20 por m² corresponde a 1-2% do valor total de uma obra, quando o profissional cobra R$5 por m², em valores brutos parece um ótimo negócio, mas proporcionalmente ao valor da obra, o projeto se desvaloriza e não devia ser assim porque o projeto arquitetônico é o essencial para a construção! Nada pode ser feito sem ele! O profissional acaba desvalorizando todo o seu conhecimento técnico e acadêmico por conta de uma comissão... E o cliente também tem parcela de culpa nisso ao querer economizar na etapa mais importante, que é a elaboração dos projetos! O projeto arquitetônico e os projetos complementares (estrutural, elétrico, hidráulico, etc...) representam nem 5% do valor total de uma obra, economizar aqui é a pior escolha... Assim, a obra também acaba desvalorizada... Não se pode pensar em valores brutos em uma obra, tem sempre que pensar no percentual que aquela compra ou aquela contratação representam no todo que se pretende gastar.

Eu acho justo o cliente estar ciente desta comissão e acho mais justo ainda quando o profissional repassa parte dessa comissão. Por quê parte e não tudo? Porque como disse antes, acho justo também o profissional ser gratificado por contribuir com o crescimento daquela empresa. MAS, é importante não induzir o cliente! Eu sempre levo vários orçamentos para os meus clientes e mesmo assim dou liberdade para eles irem atrás de outros orçamentos também! PORÉM, isso é uma prática que eu escolhi adotar e, infelizmente, não é o comum...

Aliás, o que mais tem são profissionais "caçadores de RT"! Profissionais que apenas fazem orçamentos com empresas que dão mais RT, descartando logo de cara as empresas que não oferecem essa gratificação, mesmo elas oferecendo um melhor produto ou serviço... O cliente acaba achando que está fazendo um bom negócio ao pagar barato por um projeto arquitetônico, mas ele mal sabe que está perdendo muito mais no todo por causa da RT que o profissional barato - contratado por ele - vai retirando. Assim,  o cliente perde porque todos os descontos possíveis não existem mais...

Símbolo de um conselho desunido... o CREA perde cada vez mais força ao não regular e coibir as profissões que atuam irregularmente, interferindo na sociedade








E outra... Arquitetos e engenheiros possuem formação acadêmica e capacidade técnica para especificar e detalhar adequadamente produtos e materiais, logo, profissionais estudados e habilitados para projetarem. Mas, decoradores e paisagistas também ganham RT, são profissionais sem formação acadêmica especificando materiais apenas pelo "bom gosto" e o cliente correndo o risco porque nada poderá fazer se algo der errado, afinal, esses profissionais não podem assinar ART, que garante a responsabilidade pelo o que está sendo executado.
Paisagismo é uma matéria dentro de Arquitetura e Urbanismo, mas há inúmeras pessoas trabalhando com paisagismo só porque "entendem de plantas", o problema é que a maioria não sabe compor com elas e nem conhece a história do paisagismo no mundo para saber lidar com a realidade atual. Decorador não existe na Arquitetura, o correto é "designer de interiores", que seria o profissional formado em Arquitetura e habilitado para fazer projeto de interiores e assinar a ART.
Porém, aqui vejo uma parcela de culpa também do CREA... Uma das atividades do conselho é para regular as profissões no que se refere à construção civil no Brasil, além de proteger a sociedade de abusos nessa área. Mas, estamos vendo toda essa PA-TA-QUA-DA ocorrendo há décadas e nada sendo feito... O IAB (Instituto dos Arquitetos do Brasil) - que é apenas uma entidade de classe organizada, sem os poderes de um conselho regional - já fez várias cartas de protesto contra a RT e luta há anos pela criação do CAU (Conselho de Arquitetura e Urbanismo), pois a Arquitetura e o Urbanismo estão sendo mal atendidos e desrespeitados. A RT é um exemplo vivo disso, pois o CREA devia se pronunciar ao constatar que a sociedade está perdendo muito com isso também!

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Ponto de vista de um jornal...

Mais uma vez, irei publicar um texto que não é de minha autoria, desta vez será um editorial de um dos jornais mais respeitados do país, O Estado de São Paulo, mais conhecido como o Estadão. O texto foi vinculado na edição do dia 26 de setembro, domingo, que era o fim-de-semana anterior à eleição no 1º turno. O jornal coloca a sua opinião e os motivos pelo qual não vota na candidata petista, inovando na imprensa brasileira. Pra se ter uma idéia, é muito comum e tradicional isso nos EUA, a imprensa de lá sempre expõe o porquê vota em tal candidato.

O Estadão inova porque vivemos um momento delicado em que a liberdade de imprensa poderá ser cortada, conforme propõe o PT (ver post "Eleições 2010: ditadura ou democracia?"). Isso significa também que este blog e muitos outros poderão sumir e ter os seus autores perseguidos... duvidam? Já sofri perseguições políticas no passado, imagine se houver a censura prévia...

Leiam o editorial e tirem suas próprias conclusões, essa é a minha intenção, colocar o eleitor para refletir um pouco antes de votar na suposta "continuidade". Prefiro dar o benefício da dúvida ao Serra, que continuará todas as coisas boas na área social e econômica do governo Lula (afinal, tiveram início no governo tucano anterior). MAS, o PSDB já provou não atacar a democracia quando FHC foi presidente, ele sempre citava Voltaire: "Não concordo com uma única palavra do que dizeis, mas defenderei até a morte o vosso direito de dizê-la!"

O mal a evitar

A acusação do presidente da República de que a Imprensa "se comporta como um partido político" é obviamente extensiva a este jornal. Lula, que tem o mau hábito de perder a compostura quando é contrariado, tem também todo o direito de não estar gostando da cobertura que o Estado, como quase todos os órgãos de imprensa, tem dado à escandalosa deterioração moral do governo que preside. E muito menos lhe serão agradáveis as opiniões sobre esse assunto diariamente manifestadas nesta página editorial. Mas ele está enganado. Há uma enorme diferença entre "se comportar como um partido político" e tomar partido numa disputa eleitoral em que estão em jogo valores essenciais ao aprimoramento se não à própria sobrevivência da democracia neste país.

Com todo o peso da responsabilidade à qual nunca se subtraiu em 135 anos de lutas, o Estado apoia a candidatura de José Serra à Presidência da República, e não apenas pelos méritos do candidato, por seu currículo exemplar de homem público e pelo que ele pode representar para a recondução do País ao desenvolvimento econômico e social pautado por valores éticos. O apoio deve-se também à convicção de que o candidato Serra é o que tem melhor possibilidade de evitar um grande mal para o País.

Efetivamente, não bastasse o embuste do "nunca antes", agora o dono do PT passou a investir pesado na empulhação de que a Imprensa denuncia a corrupção que degrada seu governo por motivos partidários. O presidente Lula tem, como se vê, outro mau hábito: julgar os outros por si. Quem age em função de interesse partidário é quem se transformou de presidente de todos os brasileiros em chefe de uma facção que tanto mais sectária se torna quanto mais se apaixona pelo poder. É quem é o responsável pela invenção de uma candidata para representá-lo no pleito presidencial e, se eleita, segurar o lugar do chefão e garantir o bem-estar da companheirada. É sobre essa perspectiva tão grave e ameaçadora que os eleitores precisam refletir. O que estará em jogo, no dia 3 de outubro, não é apenas a continuidade de um projeto de crescimento econômico com a distribuição de dividendos sociais. Isso todos os candidatos prometem e têm condições de fazer. O que o eleitor decidirá de mais importante é se deixará a máquina do Estado nas mãos de quem trata o governo e o seu partido como se fossem uma coisa só, submetendo o interesse coletivo aos interesses de sua facção.

Não precisava ser assim. Luiz Inácio Lula da Silva está chegando ao final de seus dois mandatos com níveis de popularidade sem precedentes, alavancados por realizações das quais ele e todos os brasileiros podem se orgulhar, tanto no prosseguimento e aceleração da ingente tarefa - iniciada nos governos de Itamar Franco e Fernando Henrique - de promover o desenvolvimento econômico quanto na ampliação dos programas que têm permitido a incorporação de milhões de brasileiros a condições materiais de vida minimamente compatíveis com as exigências da dignidade humana. Sob esses aspectos o Brasil evoluiu e é hoje, sem sombra de dúvida, um país melhor. Mas essa é uma obra incompleta. Pior, uma construção que se desenvolveu paralelamente a tentativas quase sempre bem-sucedidas de desconstrução de um edifício institucional democrático historicamente frágil no Brasil, mas indispensável para a consolidação, em qualquer parte, de qualquer processo de desenvolvimento de que o homem seja sujeito e não mero objeto.

Se a política é a arte de aliar meios a fins, Lula e seu entorno primam pela escolha dos piores meios para atingir seu fim precípuo: manter-se no poder. Para isso vale tudo: alianças espúrias, corrupção dos agentes políticos, tráfico de influência, mistificação e, inclusive, o solapamento das instituições sobre as quais repousa a democracia - a começar pelo Congresso. E o que dizer da postura nada edificante de um chefe de Estado que despreza a liturgia que sua investidura exige e se entrega descontroladamente ao desmando e à autoglorificação? Este é o "cara". Esta é a mentalidade que hipnotiza os brasileiros. Este é o grande mau exemplo que permite a qualquer um se perguntar: "Se ele pode ignorar as instituições e atropelar as leis, por que não eu?" Este é o mal a evitar.

domingo, 17 de outubro de 2010

Descontraindo... (erros construtivos)

Existe uma comunidade do orkut que se chama "Pérolas de Alunos - Arquitetura", nela, vários professores, alunos e profissionais da minha área - Arquitetura e Urbanismo - soltam a língua sobre os erros mais comuns encontrados nas salas de aula e na vida profissional também. Há também algumas preciosidades encontradas nos canteiros de obra. Espero que não vejam como um deboche, mas como uma forma de aprendizado. Confiram alguns erros clássicos e outros inusitados:

"Seu doutor, eu não sou muito rápido na alvenaria, mas meu forte mesmo é a terminologia da obra!"
(vulgo, o acabamento da obra... aqui tem também um erro de português que várias pessoas "letradas" cometem que é o famoso "acabamento final da obra"! oras, se é acabamento é porque está no final da obra!)

"Pede a bitorneira pra chegar amanhã!"
(também conhecida corretamente como betoneira! não entendo essa até hoje... será só um caso para a fonologia? porque nem há 2 torneiras na máquina! aliás, não há torneiras nela! é aquela máquina que você mistura os materiais para fazer o concreto e massa...)

"Precisa encaixar a esquadrilha direito pra não dar vazamento."
(esquadrilha da fumaça? ou é festa junina? só essas que eu conheço... a armação de janelas é conhecida como esquadria)

"A partileira tá 50cm pra cima do balcão..."
(a famosa prateleira)

"A antena paranóica vai na sacada ou no telhado?"
(já deu pra imaginar, né...)

"O vidro chateado é com quantos milímetros?"
(o vidro jateado é aquele vidro fosco, tem nada chato nele)

"Recomendo uso campeão da data."
(essa saiu de um cartório... o correto é usucapião, que é quando você reclama propriedade de um lote ou edificação no qual morou por mais de 5 anos sem ninguém ter reclamado posse, desde que não seja terreno público e que você não possua nenhum outro imóvel no seu nome...)

"O senhor faz cornograma?"
(é algum caso de uma esposa que comete adultério múltiplo? o correto é cronograma, que é a delimitação das etapas da obra ao longo de um tempo determinado)

"Vamos fazer o closed aqui ao lado do quarto."
(conhecido como closet, é o cômodo no qual se instala os armários e serve como uma área reservada para a troca de roupa, mas pode ou não ser "fechado" do quarto...)

"...
- O que foram os CIAMs?
- Foram os primeiros habitantes da Terra!
..."
(essa saiu de uma sala de aula... não são anciãos! o CIAM é o "Congresso Internacional da Arquitetura Moderna" e surgiu no final da década de 20 para discutir os rumos do Movimento Moderno na arquitetura, basciamente é isso...)

"Ainda nem pilotei meu projeto, vou pilotar meu trabalho amanhã para mostrar para o professor..."
(outra que saiu das salas de aula... o referido ser queria dizer plotar! o tal verbo vem do inglês to plot, que é vulgarmente explicado como "imprimir grande", pois é apenas utilizado nas plotters, que são aquelas impressoras enormes que utilizam rolos de papel)

"Mies Camionete der Rohe"
(esse saiu de um trabalho acadêmico de um aluno que simplesmente deu ctrl+c e ctrl+v no tradutor do Google... o correto é Mies Van der Rohe, um dos pais do Movimento Moderno na arquitetura)

"O ass-built é necessário para revisarmos se o projeto foi executado corretamente após a obra."
(a explicação está teoricamente correta, mas o termo é as-built, traduzindo grosso modo: "construído como" - mas se levarmos em consideração o termo anterior ao pé da letra, daí a explicação tem outro sentido mais grosseiro...)

"A porta bivoltante será instalada no acesso principal da edificação."
(conhecida como porta pivotante, é aquela porta com um apoio embaixo e outro em cima, não tem dobradiças no batente, mas para o colega devia ser aquelas portas com acionamento automático... mas tem que ser 110 e 220v, conforme ele especificou no projeto, né...)

"Casas germinadas perdem valor se não tiverem paredes duplas."
(essa saiu de um corretor imobiliário... o correto é casas geminadas, não é porque elas são iguais e uma ao lado da outra que germinaram da terra...)

"...
- Entregar o projeto com 1 planta, 2 cortes e, pelo menos, 1 elevação.
- A casa tem que ser solta do chão?
..."
(outra que saiu da sala de aula... o professor do 1º ano do curso estava especificando os desenhos que deveriam ser entregues e elevação é a fachada, é o termo técnico para o desenho das faces de um edifício)

"A abóbada iluminará o ambiente interno."
(acho que deu pra ver quem estava abobada, né? o correto é abóboda!)

"Precisa ter esfíncter nessa sala."
(essa saiu de um técnico... ou seja, o cara trabalha com isso e mesmo assim falou errado sprinkler, que são aquelas peças metálicas presas no teto, servem para apagar o fogo quando acionadas por calor soltando água... mas, vai que ele quis dizer outra coisa mais grosseira, né? vai ver é o mesmo do ass-built...)

"Jardim Zeim"
(essa era a especificação de um ambiente em uma planta baixa... sem comentários...)

(sic)

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Eleições 2010: jingles e vídeos

Achei curioso 2 vídeos que encontrei no Youtube. Ambos são sobre a atual campanha presidencial, mas um é da campanha tucana de 2002 e o outro tem nada a ver com a campanha, a meu ver, mas foi retirado do ar porque poderia-supostamente-conspirar-tecnicamente-contra a candidata petista.

Como assim???

Pois é... a Rede Globo comemora 45 anos em 2010. E daí? E daí que 45 é o número do PSDB!!! Um ultraje a emissora comemorar o seu 45º aniversário no ano de eleição, né? Um verdadeiro absurdo ter 45 anos em pleno ano eleitoral!!! Onde já se viu uma coisa dessas??? Confiram o vídeo:


Logicamente, eu estava sendo irônico no parágrafo que antecede o vídeo... Será o veto a este vídeo mais uma prova da censura de imprensa que o PT pretende? O vídeo foi lançado no programa "Fantástico" e já na segunda-feira foi feita uma representação do PT contra a vinculação da vinheta durante a programação da Rede Globo porque a mensagem além de introduzir o número "45" (a blasfêmia numérica petista), também citava hipoteticamente o slogan da campanha de José Serra, "o Brasil pode mais".
Aliás, esse slogan também foi motivo de algumas críticas, pois é uma versão tupiniquim do "yes, we can" - "sim, nós podemos" - do presidente americano, Barack Obama.
Mas, obviamente, isso é mera especulação e conspiração... vulgo, "encheção de saco"! A Rede Globo defendeu que a campanha comemorativa dos 45 anos da emissora já estava produzida muito antes do discurso que José Serra fez quando lançou a sua candidatura à presidência da república, em abril. Porém, a emissora decidiu retirar voluntariamente a vinheta do ar até o fim da eleição e, assim, evitar problemas maiores - a vinheta foi vinculada muito antes da eleição, começou antes até da Copa do Mundo.
Se tudo isso é verdade, ninguém saberá... Mas, é mais uma pro capítulo "Teorias da conspiração" do PT contra o mundo! Teve um ano que o Banco do Brasil fez uma campanha em que alterou vários letreiros de suas agências bancárias e colocou no lugar alguns nomes comuns, como "Banco do Paulo", "Banco da Maria", "Banco do João", etc... Adivinha o quê aconteceu? No dia seguinte, mais uma representação do PT contra a campanha publicitária do BB porque segundo os petistas estaria induzindo que o banco seria privatizado! A campanha do banco apenas quis aproximar as pessoas da instituição...
O outro vídeo é o jingle da campanha do Serra, mas como disse antes, é a de 2002. Acho um dos jingles mais inteligentes produzidos até hoje e a mensagem ainda é muito atual. Confiram:


"Pegue uma bandeira verde e amarela...
Bota um adesivo e vem lutar por ela!
Pra que a mudança no país da gente...
Seja pra melhor, pra andar pra frente!
Muda meu país, mas não muda de bandeira...
A onda é verde e amarela, ela não é vermelha!
Olho na incompetência, que o perigo ronda...
Se levanta meu país e não entre em qualquer onda!
A onda é verde e amarela...
Vem, Brasil, lutar por ela!"

Acho que o trecho em negrito diz muito sobre a influência do PT na vida dos brasileiros, né? O partido que mistura o seus interesses com os interesses da população e confunde a todos pela incoerência... Nesse blog, publiquei inúmeros vídeos sobre essa campanha presidencial, mas sempre tive o cuidado para não publicar mentiras ou como alguns preferem dizer, "falsas verdades". Todos dizem respeito aos mandos e desmandos, aos ditos e não ditos do PT...
O post "Eleições 2010: ditadura ou democracia?" tem 3 vídeos, um com uma reportagem da Band mostrando o projeto de lei apresentado pelo presidente Lula ao Congresso Nacional e é considerado uma das maiores afrontas contra a democracia desde a ditadura militar! O outro vídeo foi produzido pela campanha tucana para estas eleições, mas que não foi ao ar na televisão, o famoso "O Brasil não é do PT". O terceiro vídeo é um do Lula na campanha presidencial de 1998, no qual acusa o ex-presidente FHC de assistencialismo com o Bolsa Alimentação e o Bolsa Escola, e depois mostra o Lula defendendo piamente quando uniu os programas sociais em um nome só, tirando o foco inicial deles, assim, surgiu o famigerado Bolsa Família...
Há também o último post "Eleições 2010: visitas oportunas?" com 2 vídeos, um mostrando vários escândalos e contradições de Dilma Rousseff enquanto foi ministra do governo Lula e o que ela diz agora enquanto candidata a presidente. O outro apenas repetiu novamente o "O Brasil não é do PT".
Teve alguns textos que publiquei, o mais crítico foi o do ator Carlos Vereza no post "Eleições 2010: opiniões e fatos... verdade?". Carlos é um ex-petista e critica duramente a candidatura de Dilma apresentando vários fatos polêmicos e nocivos à democracia presentes no passado dela. No mesmo post ainda há outro texto, que fala sobre Dilma não poder pisar em solo americano por ter participado do sequestro ao embaixador dos EUA no Brasil. Porém, resolvi publicar justamente para saber se alguém poderia esclarecer o assunto e já foi esclarecido que ela pode ainda ir aos EUA. Porém, não é bem vista, né...
O texto mais recente é o do post "Ponto de vista de um canadense...", que é a publicação de um blog canadense com um ponto de vista externo, a autoria do texto é de Henry Makow. Assim, reforça o que eu disse antes, que o mundo não está vendo com tão bons olhos a candidatura do PT por causa de todas essas incoerências e o passado muito mal explicado da petista em questão.
Hoje, Serra e Richa estarão em Londrina fazendo campanha. O avião desembarcará no final da tarde e participarão de vários encontros, além de uma carreata pelas ruas da cidade. Considerando o resultado nas urnas londrinenses, a expressiva votação no Richa e a baixíssima votação na Dilma, teremos várias ruas congestionadas nesta carreata. Ontem, o CNT/Sensus divulgou nova pesquisa e mostra empate técnico entre os 2 candidatos... Estamos há 2 semanas para o final da eleição, muita coisa pode acontecer!

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Eleições 2010: visitas oportunas?

Nesta sexta-feira, dia 15 de outubro, os candidatos à presidência José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) estarão em Londrina! Ops... estariam!

Dilma viria acompanhada do presidente Lula (PT) e Serra virá com o governador eleito do Paraná, Beto Richa (PSDB). Como todos sabem, Londrina votou quase 72% no Richa e mais de 56% no Serra, sendo que Dilma obteve pouco mais de 18% na cidade (ver post "Eleições 2010: Londrina 100%"). Por quê Dilma e Lula desistiram? Aliás, o quê Lula estaria fazendo junto nesta visita? Afinal, não há nada aqui para ele inaugurar...

A resposta já está praticamente respondida no parágrafo anterior, Londrina nunca votou a favor do presidente Lula e Dilma foi um fracasso ainda maior porque até Marina Silva (PV) obteve mais votos, totalizando mais de 24% dos votos válidos na cidade!
Em 2002, Londrina votou mais de 55% a favor do Serra no 2º turno. Em 2006, a história se repetiu e a cidade votou mais de 80% a favor de Geraldo Alckmin (PSDB), também no 2º turno.
Richa estaria vindo para agradecer os votos na eleição do dia 3 de outubro e abrir a campanha para o Serra no Paraná. O futuro governador do estado quis vir a Londrina já no dia seguinte da eleição, mas não conseguiu embarcar no Aeroporto Afonso Pena porque estava com mau tempo em São José dos Pinhais (já é a segunda vez que Richa sofre com o mau tempo nos deslocamentos aeroviários nesta eleição, a primeira vez foi aqui em Londrina nos últimos dias de campanha).

Lula e Dilma planejavam um comício (ou melhor, "showmício") na av. Saul Elkind, Zona Norte da cidade. Acho que desistiram porque estão com medo dos tomates e das pedradas que levariam, né? Afinal, como todos sabem, a Zona Norte - conhecida também como "Cincão" - é reduto político do ex-prefeito cassado e impugnado Belinati (PP), e ele fez campanha para o Richa, que faz campanha para o Serra, logo, além da enorme possibilidade dos petistas serem hostilizados, não teria muita audiência também esse comício por causa da presença de Richa e Serra em alguma outra parte de Londrina.
Praticamente, todas as figuras políticas importantes da cidade apoiaram Richa, como Hauly (PSDB) e Alex Canziani (PTB) também, assim, Richa e Serra foram bem votados em todas as zonas da cidade. Dilma obteve apenas o apoio do ex-prefeito Nedson (PT) e do atual prefeito Barbosa Neto (PDT). Mesmo o belinatismo perdendo forças nessa eleição (ver post "Eleições 2010: avaliações 1º turno"), Belinati ainda é uma figura mais forte do que o Barbosa no "Cincão".
Porém, por outro lado seria interessante para o PT ter a candidata fazendo campanha aqui justamente porque ela possui poucos votos na cidade. Assim, quem sabe ele diminui esse falatório constante em cima do aborto e das religiões... Aliás, de repente, ser presidente do Brasil ficou resumido a ser ou não a favor do aborto???

Acho que não, né... A questão maior aqui nem é se a Dilma é a favor do aborto ou "a favor da vida", como muitos gostam de expor... A questão principal é ela mudar de opinião constantemente nesta eleição e começar a aparecer o que ela realmente é, que é um fantoche, um ventríloquo, uma MARIONETE! Não possui opinião própria e nem idéias próprias, está ali apenas pegando carona na - teórica - boa aprovação do presidente e tentando - a qualquer preço - continuar o projeto de governo autoritário do PT!

Para quem ainda tem dúvida sobre isso, há um vídeo muito interessante rolando na internet, confira logo abaixo:


Assim, mesmo vendo que a religião ainda domina muito o poder de decisão da população brasileira, a descriminalização do aborto ou não é apenas a ponta do iceberg sobre o que realmente temos para analisar o nosso voto nesta eleição! Votar em branco ou nulo é uma opção? Sim, claro... Porém, em nada ajuda ou soma ao processo democrático... Votar no menos pior é a solução? Infelizmente, sim!

Dilma foi ministra de Minas e Energia, e da Casa Civil. Ok! Serra foi ministro do Planejamento e da Saúde! Beleza! Ministros por ministros, Serra já foi vereador, deputado federal, senador, prefeito e governador, e Dilma nunca concorreu a um cargo eletivo! Ambos foram exilados políticos? Sim, mas Serra foi líder estudantil e Dilma participou de um grupo terrorista!

Há modos e modos de se fazer política e de mostrar um ponto de vista, não acho que o Brasil estaria em um projeto de continuidade, acho que estaríamos regredindo ao que o grupo terrorista da Dilma pregava lááá no passado, que é a ditadura disfarçada de democracia, como é hoje a Venezuela de Hugo Chávez, a Bolívia de Evo Morales (contextualizando... na época, era a Cuba de Fidel Castro) e o Irã de Mahmoud Ahmadi... Como todos sabem, o presidente Lula apóia abertamente os governantes destes países, colocando os interesses do PT muito acima dos interesses dos brasileiros!
Lembro que logo quando Lula foi eleito e assumiu o cargo, em 2003, foi visitar o presidente dos EUA, George W. Bush, usando um broche do PT e foi duramente criticado porque ele não era o presidente dos petistas, era o presidente dos brasileiros! Pode parecer pouca coisa isso, mas é uma clara mensagem para quem é do ramo da "teoria da conspiração"... E outra coisa que ele fez, foi alterar o projeto paisagístico idealizado por Burle Marx no Palácio da Alvorada. Ele ou a dona Marisa mandaram fazer um jardim no formato da estrela do PT, apenas com flores vermelhas. Mais uma clara e óbvia mistura dos interesses do partido com o governo do que com a população brasileira...
Enfim... Segundo a última pesquisa Ibope, a diferença entre Serra e Dilma caiu significativamente e já está quase havendo um empate técnico! Vejamos como será a realidade no dia das urnas, afinal, as pesquisas nesta eleição não foram muito bem, mas essa queda na diferença demonstra uma tendência... O Brasil não é do PT, o Brasil é dos brasileiros!



Confira mais sobre o quê esse último vídeo quer dizer no post "Eleições 2010: ditadura ou democracia?" e reflita sobre qual é o nosso verdadeiro papel nesta eleição, enquanto cidadãos e enquanto brasileiros!

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Descontraindo... (erros policiais)

Desculpe os dias que não tiveram posts neste fim-de-semana, mas estava viajando e tentando acessar a internet... Assim, vou aproveitar o fim do feriado para publicar mais um para a seção "Descontraindo..." do blog! Confiram alguns erros clássicos de boletins de ocorrência reunidos por um tenente da polícia militar de Minas Gerais, ele reuniu e comentou sobre várias "pérolas" encontradas nos arquivos:

"Senhor delegado, deu entrada no Pronto-Socorro Municipal o cidadão, vítima de 'gargalhada'. 'Gargalhada' no peito, no rosto e nas costas. Segue anexo um 'gargalho' de garrafa."
(Por acaso não seria GARGALO!?)

"O veículo, durante o acidente, teve amassamento no pára- choques e nos pára-lamas dianteiros, sendo quem não pudemos colher melhores dados, devido à vítima haver fugido a 'galope'."
(Era um atropelamento de cavalo?)

"O condutor foi preso em flagrante por estar dirigindo em velocidade 'incombatível' com o local."
(O que pensar... incompatível?)

"Ocorreu um 'abarroamento de pessoas'. Os conduzidos, além da algazarra, ainda xingavam a todos com palavra de baixo 'escalão'."
(Bom... no nosso país, tudo é questão de escalão!)

"Demos cobertura à ambulância na condução de um 'débito mental' até o PSM."
(Você já pode imaginar quem está com débito mental?!)

"O condutor do veículo colocava em risco a segurança das pessoas, pois estava dando 'cavalo de Paulo' na rua."
(Quê Paulo... quem é o Paulo... chama o Paulo, vai!?)

"Chegando ao local, encontramos a vítima caída ao solo, aparentando ter cometido um 'homicídio contra si mesmo'."
(Esse aí acredita em reencarnação, hein?)

"No histórico da ocorrência, constava como objeto apreendido: duas latas de cera 'Odd' e uma lata de cera 'PPO'."
(Uma das latas estava de cabeça para baixo, fala sério???)

"Formava uma 'língua de fogo que lavava a rua'."
(O quê comentar???)

"O cidadão machucou o 'membro do rosto'."
(Alguém conhece esse membro?)

"O conduzido, que foi preso em flagrante, disse que era inocente na acusação e que não estava passando de 'bode respiratório'."
(Deve ser uma nova técnica de recuperação pulmonar!)

"O sujeito estava vestido com uma calça jeans e uma camisa 'destampada'."
(Por que ele não "tampou"???)

"...os indivíduos tentaram resgatar o autor do nosso domínio através do uso de força 'anônima'."
(Esse aí tava "emaconhado"!!!)

"O cadáver apresentava sinais de estar morto."
(Ufa, ainda bem, né?!)

"Foi apreendido um quilo de lingüiça 'perfumada'."
(Esse aí se apaixonou pela linguiça!)

"Atendemos à 'solicitação do solicitante', que nos narrou que o autor praticava 'atentado violento' ao pudor, pois exibia para os transeuntes os 'órgãos sanitários'."
(O quê comentar? Fico sem palavras!)

"Após discutir com a vítima, o autor desferiu um forte soco no rosto da mesma, que de tão violento, 'soltou a tampa de seu nariz'."
(Deve ser o mesmo cidadão da camisa "destampada"... ele tem algum problema com esse objeto!?)

(sic)

sábado, 9 de outubro de 2010

RML... real ou virtual?

A Região Metropolitana de Londrina (RML) foi consolidada em 1998. Porém, existe outra RML, que é a "virtual"! Pois na época, o prefeito da cidade de Arapongas não quis entrar, logo, impediu a entrada de outros municípios, como Apucarana. Hoje, estão oficializados 11 municípios: Londrina, Cambé, Ibiporã, Sertanópolis, Bela Vista do Paraíso, Tamarana, Rolândia, Jataizinho, Primeiro de Maio, Assaí e Alvorada do Sul. Assim, essa é a RML "real"!

A "virtual" seria essa mesma configuração e incluindo também Arapongas, Apucarana e, a meu ver, até Cornélio Procópio. Logicamente, no meio dessas maiores, há as cidades menores ao redor também, como Sabáudia, Porecatu, etc... A questão é: pra quê serve uma Região Metropolitana (RM)?

Temos uma secretária só pra isso, que é a Elza Côrrea, nomeada pelo governador. Inclusive, todas as regiões metropolitanas oficializadas possuem um secretário exclusivo para gerir os recursos e atender as necessidades básicas dos prefeitos, sem haver o contato direto com o governador a todo o momento (isso é Lei federal). Apesar de já termos uma secretária só para isso, a nossa RML possui praticamente nenhuma força para executar e planejar ações! Não que isso seja culpa da Elza Côrrea, que é uma mulher muito íntegra e capaz, mas talvez a nomeação por capacidade técnica e não por cargo político possa contribuir mais para que as RMs consolidem ações.
Elza foi vereadora em Londrina e já foi também deputada estadual pelo PMDB. Ela foi a vereadora que deu início ao processo de cassação do ex-prefeito Belinati (ver post "Histórico de um político...").
Seria necessário, por exemplo, um programa de transportes e de abastecimento, tanto de energia, como de água potável. Além, claro, de um sistema coeso de tratamento de esgoto e coleta de resíduos (vulgo, o lixo). Há municípios que despejam o seu lixo em outros, como é o caso de Bela Vista do Paraíso em Porecatu, mas não que Porecatu "saiba" disso...

Inclusive, esse é um grande desafio do próximo governador. A RML de Londrina NUN-CA recebeu verbas estaduais ou federais, enquanto a Região Metropolitana de Curitiba (RMC) já recebeu mais de R$300 milhões! A Região Metropolitana de Maringá (RMM) ainda está nascendo, mas também está aos mesmos passos que a nossa RML...

O ex-presidente do IPPUL, Luiz Figueira de Melo, enquanto presidente do instituto, decidiu fazer um planejamento a longo prazo unindo esses municípios todos, chamou o projeto de "Arco Norte" - a união geográfica de Ibiporã, Londrina, Cambé, Rolândia, Arapongas e Apucarana formava um arco. O projeto previa que ao centro deste arco concentrasse um terminal aéreo de cargas para escoar a produção industrial, além de incluir um sistema de transporte de mercadorias e de pessoas por toda a região.

Basicamente, essa foi a intenção do projeto "Arco Norte", porém foi uma intenção isolada criada dentro do IPPUL. Ou seja, fugiu da competência do instituto... Assim, perdeu força política e não conseguiu atrair investidores para a idéia. Hoje, o projeto está praticamente engavetado pela Prefeitura (apesar do prefeito Barbosa Neto (PDT) ter reservado a área para o aeroporto de cargas). Mas, foi o mais próximo possível que tivemos de ver um planejamento feito para a RML, mesmo que fosse a RM "virtual".

A RMC está totalmente consolidada e o IPPUC (o mesmo que o nosso IPPUL, inclusive, o nosso instituto de planejamento urbano foi inspirado no instituto curitibano na gestão do ex-prefeito Cheida) é responsável por inúmeros projetos, mesmo sendo um orgão oficial apenas da capital. Mas, como disse antes, a RMC possui força política e profissionais extremamente capacitados para executarem as ações. A RML está enfraquecida politicamente e não consegue agir, existe apenas no papel...

Falta que o próximo governador Beto Richa (PSDB) dê voz e força para que a RML "virtual" realmente atenda as necessidades dos municípios, afinal, são quase 1 milhão de habitantes! Por exemplo, Londrina e Cambé possuem parte do sistema de abastecimento de água potável unido pela Sanepar, criado na gestão do ex-governador e atual senador Álvaro Dias (PSDB) e pelo saudoso ex-prefeito Wílson Moreira (PSDB), o rio Tibagi passou a fornecer água para Londrina, e o ribeirão Cambezinho é um dos mananciais de abastecimento dos 2 municípios. Assim, é importante uma ação conjunta entre as 2 cidades para que não haja contaminação e nem ocupação ilegal ao redor do manancial.

O exemplo do parágrafo anterior é apenas uma das ações integradas entre municípios pertencentes a uma RM que podem acontecer e que devem ser geridas pelo secretário para ser o mediador de interesses entre todas as partes presentes. Afinal, há um problema sério a ser resolvido que é a questão da coleta de resíduos... Hoje, não é mais viável toda cidade possuir um aterro sanitário, mas qual cidade gostaria de comportar o aterro de toda uma RM??? A que possuísse mais condições físicas e geográficas? Ou a que possuísse menor apelo econômico?

Enfim... É uma das questões que devem ser resolvidas pelo secretário em conjunto com os prefeitos e a população, obviamente. Porém, não vemos nada no horizonte que mostre pelo menos uma intenção de resolver inúmeras questões que uma RM pode contribuir para melhorar a qualidade de vida dos habitantes das cidades envolvidas.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

"E estréia o Festival de Dança..."

Hoje, dia 8 de outubro, começa o 8º Festival de Dança de Londrina! Junto com o Filo (ver post "Você sabia? (Filo)") e o FML (ver post "Senhoras e senhores... o FML começou!"), o Festival de Dança é um dos principais fomentadores da cultura erudita da nossa cidade!

O festival irá até o dia 17 de outubro, domingo. Mais curto que os outros festivais já citados, ele consolida o seu sucesso no calendário cultural da cidade nesta 8ª edição aumentando o número de apresentações. Segundo o coordenador, Cláudio de Souza, o festival está em pleno amadurecimento rumo aos 10 anos.

Além das tradicionais apresentações da cia. Ballet de Londrina, trará nesta edição uma atração internacional, a cia. Quadus, da França. Inúmeras outras companias e escolas de dança participarão deste festival trazendo dançarinos de todo o Brasil, que apresentarão seus espetáculos também em espaços ao ar livre, como o Calçadão e o anfiteatro do Zerão. O tradicional Teatro Ouro Verde (ver post "Você sabia? (Teatro Ouro Verde)") dividirá a cena desta vez com o Teatro Zaqueu de Melo, que abrirá o seu palco pela primeira vez ao festival.

Outra grande contribuição desta edição são as atividades didáticas, com oficinas ministradas por professores e pesquisadores de dança! É a hora de quem tem medo ou vergonha, ter a chance de aprender a ser um "pé-de-valsa"! Ou não... vai saber, né?

Maiores informações, como apresentações, locais e preço dos eventos, acesse o site do festival! Londrina e seus festivais culturais, que sempre valorizaram a cultura local e ofereceram oportunidades para todos nós apreciarmos esses belíssimos espetáculos nacionais e internacionais! Orgulho da nossa terra!

Festival de Dança de Londrina chega à sua 8ª edição, foto de autor desconhecido
Neste ano, trará mais de 20 atrações, foto de Olívia Orquiza












Junto com o Filo e o FML, o Festival de Dança engrandece a vida cultural londrinense, foto de Mário Borges

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

3 meses!

Hoje, dia 6 de outubro, o blog completa 3 meses no ar!

Foram publicados 110 posts até agora, divididos da seguinte maneira:
  • julho: 38 posts
  • agosto: 27 posts
  • setembro: 28 posts
  • outubro: 17 posts*
*12 posts foram sobre a apuração de votos no domingo passado.
O Janela Londrinense foi crescendo aos poucos, no 1º mês de existência foram 2.000 acessos, no 2º mês teve um aumento de 10%, totalizando mais de 2.200 acessos. Neste 3º mês o aumento foi ainda maior, mesmo desconsiderando os 3.500 acessos por causa da apuração dos votos nas eleições, o blog já estava registrando um aumento de 150% no movimento!

Esse crescimento que me motiva a continuar escrevendo e publicando posts com análises de assuntos pertinentes a Londrina. E a participação de vocês é crucial para aumentarmos essa discussão, afinal, eu apenas lanço um ponto de vista e espero a repercussão, assim, somamos forças para melhorarmos a nossa realidade local.

Ah, mas pra quê? Já fui informado que o blog está sendo observado por pessoas que realmente podem fazer alguma mudança! Leiam alguns comentários dos posts e vocês verão algumas dessas personalidades que entraram em contato comigo após a publicação de temas importantes para Londrina.

Essa é a intenção principal do blog, despertar o interesse e a reflexão sobre assuntos polêmicos, mas também sobre assuntos, teoricamente, banais para nós.

Nesses 110 posts, foram mais de 57.000 palavras escritas por mim, que juntas formariam um caderno universitário com mais de 150 páginas! Sou prolixo? SIM! Tento ser sucinto na maioria dos casos, mas sempre acabo abrindo vários parênteses para deixar o post bem explicado e contextualizado para vocês.

Agradeço bastante a participação de todos que visitaram o blog, leram os posts, comentaram e votaram! O número de seguidores cresce timidamente, mas é que depende da pessoa ser usuária do Blogger ou não. Porém, mesmo os usuário do Google também podem me seguir clicando na última coluna ao lado...

Pra essa e a outra semana, tenho alguns posts preparados, como a polêmica do Sesc/Senac, o caos do trânsito, o projeto do Jardim Botânico e alguns da coluna "Você sabia?"! Continuem acompanhando que tento todo dia publicar um assunto novo, nos últimos dias a política dominou os posts, mas é compreensível considerando que era o assunto do momento, mas eu sempre tentei conciliar a política estadual e nacional com a nossa realidade local. Agora, pretendo voltar aos posts com temas sugeridos lááá no título, como cultura, história, cotidiano, arquitetura, urbanismo, planejamento urbano...

Aliás, vocês podem ir clicando nos meses na coluna "arquivo" logo ao lado e buscarem pelos títulos dos posts, os assuntos que lhe interessam mais. Praticamente, todos eles ainda estão com a discussão muito atual!

Resumindo, só tenho a agradecer... MUITO OBRIGADO!

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Ponto de vista de um canadense...

Hoje, publicarei um texto que não é de minha autoria, como já fiz em 3 outras oportunidades... é um texto do canadense Henry Makow. Pelo que entendi, ele é um blogger muito crítico ao governo americano e faz umas análises muito interessantes sobre alguns pontos polêmicos pelo mundo.

E, assim, fez também uma crítica ao fato de Dilma Rousseff (PT) estar em primeiro lugar nas pesquisas do 1º turno aqui no Brasil. Esse texto foi publicado antes de sair o resultado das urnas neste domingo. Confira o texto completo em inglês no link, a versão traduzida segue logo abaixo...

O purgatório brasileiro está prestes a começar (Brazil's purgatory about to begin)

A triste verdade sobre as próximas eleições no Brasil é que não será decidida com base em princípios ou valores. Ninguém se importa se Dilma Rousseff tenha assassinado ou roubado. É apenas o populismo na forma mais cruel. Ela é a senhora Lula. Os pobres se beneficiaram um pouco do fim da inflação, e se esqueceram que esta situação foi herdada por Lula.

O interessante é que o Partido dos Trabalhadores não é comunista nem o que ajuda e apóia os trabalhadores. IBGE, a principal instituição de estatística no Brasil, acaba de informar oficialmente que o analfabetismo no Brasil aumentou, durante o reinado de Lula. O saneamento básico está no mesmo nível que era no momento da sua coroação. 50 mil brasileiros morrem de morte violenta, a maioria causada por armas e drogas contrabandeadas para o país pelos terroristas marxistas das FARC, que são fortes aliados de Lula. Mas, a próxima Copa do Mundo será no Rio de Janeiro.

Em contrapartida, o Banco Federal de Desenvolvimento (BNDES) recebeu este ano 100 bilhões de dólares para emprestar às grandes corporações, a fim de "comprar" a sua boa vontade em relação ao governo durante a campanha eleitoral. Os capitalistas recebem o dinheiro com juros no entorno de 3,5% a 7%, enquanto o governo paga 10% a 12% para os bancos. O Banco Itaú teve o maior lucro de um banco nas Américas, incluindo os dos Estados Unidos.

Outros atos de generosidade do governo incluem a distribuição de licenças de TV e rádio para os capitalistas e os políticos, uma rede de TV para os dirigentes sindicais (que recebem compulsoriamente, de todos os trabalhadores, o salário de um e não podem ser fiscalizadas porque Lula proibiu) e a definição dos objetivos de investimento dos fundos de pensão de empresas estatais, na ordem de centenas de bilhões de dólares que são usados sem controle. Eles podem fazê-lo ou quebrá-lo.

FASCISMO

Esta é uma economia fascista, na sua mais pura definição. Mussolini ficaria orgulhoso.

É difícil para o povo entender como o comunismo mudou, a partir de uma utopia social para este fascismo em sua forma mais primitiva e rude. O motivo é que eles mantêm a aparência sob o velho charme por causas culturais, como o aborto livre, o casamento gay, o globalismo, o radicalismo ecológico, etc. Assim como acontece na China, agora eles dizem ao povo como é que eles devem viver a sua vida particular.

Censura ou "controle da mídia" está na agenda de Dilma, da mesma forma como se encontra em pleno andamento na Argentina e Venezuela hoje em dia.

A privacidade fiscal de oponentes de Dilma foi quebrada sem que houvesse consequências legais. Os direitos fundamentais garantidos pela Constituição não valem mais nada para o Partido dos Trabalhadores, e eles estão desafiando abertamente os direitos de propriedade.

Um grupo de camponeses comunistas, todos financiados e liderados por agitadores profissionais, invadem fazendas, matam pessoas (como o fazem agora) e esses crimes serão resolvidos por aclamação, numa consulta popular, realizada no seio da comunidade dos próprios invasores.

Estamos sendo preparados para sermos peões do governo mundial.

Prevejo tempos difíceis à frente para o Brasil. Dilma é incompetente e teimosa. A dívida pública do Brasil quase triplicou durante todo o governo Lula, e está prestes a explodir, devido às altas taxas de juros.

O boom da exportação de minerais e alimentos, que impulsionaram a popularidade de Lula, pode acabar a qualquer momento, especialmente se uma crise pesada atingir o dólar.

O nível de tributação no Brasil é um dos mais altos do mundo, com 40,5%, e a burocracia, com 85 diferentes impostos na última contagem, é astronômica. Os governantes não serão mais capazes de aumentar os impostos para sustentar os vagabundos, empregados do governo, e sustentar esta alta corrupção.

Quando o governo quebrar, as ajudas sociais que apoiaram a popularidade de Lula estarão em risco. Sem o crescimento das exportações, haverá menos postos de trabalho, e é possível que nós venhamos a ter tumultos e protestos.

As coisas têm sempre sido muito fáceis neste país, onde o alimento cresce até nas rachaduras na calçada. Parece que chegou a hora dos brasileiros amadurecerem pelo sofrimento.

PS: O pai de Dilma era um ativista comunista búlgaro que se refugiou no Brasil. Surpreendentemente, no Brasil, tornou-se capitalista e ficou muito rico. Dilma teve uma vida burguesa muito privilegiada, vivendo em uma casa grande e estudando em escolas privadas. Como se pode constatar, é sempre bom fazer parte da elite comunista, cheia dos privilégios negados aos mais pobres.

--------------------------------------------------------------------------------

Aconselho também a ler o post "Eleições 2010: opiniões e fatos... verdade?" com um texto do ator Carlos Vereza. Nele, o ator coloca um ponto de vista muito forte contra o radicalismo do PT. Há também o post "Eleições 2010: ditadura ou democracia?" e nele mostro alguns vídeos que falam sobre o fanatismo e a perseguição da imprensa pelo governo Lula e o PT.

Sinceramente? Eu acho que qualquer um dos candidatos que estão no 2º turno farão muitas coisas para o país, como Marina Silva (PV) lembrou no debate da Rede Globo, os 2 possuem um perfil gerencial e de metas a cumprir. Porém, o PSDB nunca perseguiu opositores e até pelo contrário, durante o governo do ex-presidente FHC (PSDB), a imprensa e a oposição deitavam e rolavam contra o tucano. Até a revista Veja, que é tão famigerada pelos petistas, fazia duras críticas ao governo. Mas, como eu disse em outro post, para o PT funciona assim:
"Imprensa boa é a que fala bem do governo. Críticas? Pra quê?"
É isso que o Brasil quer? Esquecer esses detalhes que realmente estão por trás dessa eleição só para conseguir comprar uma TV de plasma 42" em 60x nas Casas Bahia??? Os aliados do PT conseguiram 2/3 do Senado, isso é o suficiente para mudar a Constituição! E todos lembram que Lula já fez algo parecido uma vez... Ele conseguiu barrar a CPI contra o Sarney obrigando os senadores aliados a votarem contra! Inclusive, esse fato resultou na saída do Flávio Arns do PT para o PSDB. Flávio, para quem não sabe, era senador do Paraná desde 2002 e, hoje, é o vice-governador eleito junto com o Beto Richa (PSDB).

É extremamente NECESSÁRIO votarmos em um candidato de oposição para equilibrarmos o Poder Executivo e o Poder Legislativo.